Arquivos da categoria: Cardápio

miniatura nhoque

Nhoque da Fortuna

gnochi da Fortuna
Amanhã é dia de reunião de amigos, de abraços apertados, de bom papo, de calor humano, de cumplicidade, de gargalhadas… É o dia da FORTUNA!!!!
Dia de comer o Nhoque da Fortuna!
“Conta a lenda que São Pantaleão, num certo dia 29 de dezembro, vestido de andarilho, perambulava por um vilarejo da Itália. Faminto, bateu a porta de uma casa e pediu comida. A família era grande e tinha pouca comida, mas apesar disso, eles não se importaram em dividir o seu nhoque com o andarilho, cabendo a cada um 7 massinhas. São Pantaleão comeu, agradeceu a acolhida e se foi. Quando foram recolher os pratos, descobriram que embaixo de cada um havia bastante dinheiro. Por isso, tradicionalmente, todo dia 29 é dia do nhoque da fortuna ou da sorte, acompanhado do famoso ritual de colocar dinheiro embaixo do prato, comer os primeiros sete pedacinhos em pé, fazer um pedido para cada um deles e depois, comer à vontade.
A simpatia é simples: coloca-se uma nota de qualquer valor sob o prato com nhoque. Pode ser dólar, real ou qualquer moeda estrangeira. Em seguida fique de pé e concentre-se para iniciar o ritual. No prato, separe sete nhoques e coma um a um. Para cada nhoque, faça um pedido diferente. Depois, sente-se e saboreie o restante do prato, de preferência com um bom vinho italiano. O dinheiro colocado sob o prato deve ficar guardado até o próximo dia 29, para garantir a fartura. Outros dizem que deve ser dado a alguém que necessite ou usado quando for feita nova simpatia.” (Wikipédia)
Olha, eu tenho feito isso no decorrer desses últimos 2 anos. Posso garantir que, se rica não fiquei, ao menos é um bom motivo e uma ótima desculpa para a reunião com amigos queridos! Estou riquíssima de bons momentos, rsrsrsrs… e um dia a menos para pensar no cardápio!
Segue a receitinha para esse sábado, 29,  afortunado:

Ingredientes:

. 800 g de batata
. 1 ovo
. 1 xícara (chá) de farinha de trigo
. 1 pitada de sal

Para polvilhar:
. 1 xícara (chá) de farinha de trigo

Modo de preparo:

Cozinhe a batata lavada com casca em água com sal até ficarem macias. Escorra, descasque e esprema. Espere esfriar, acrescente o ovo, a farinha e o sal e amasse até obter uma massa homogênea. Faça rolinhos de no máximo de 1,5 à 2 cm  de diâmetro. Corte em pedaços retangulares no comprimento. Cozinhe, aos poucos, em água fervente, até subirem à superfície. Retire com uma escumadeira e coloque numa travessa. Aqueça o molho de sua preferência, espalhe sobre os nhoques, polvilhe um queijo parmesão bem gostoso, ralado em ralo grosso fica divino,  e sirva imediatamente.

(Receita que serve 4 pessoas, mas minha conta na verdade é 1 batata daquelas grandes por pessoa … mais  molho a bolonhesa ou com manjerição… Hummm!!!)

A importância de um cardápio semanal diversificado

 Pirâmide alimentar 1

Estamos cada vez mais correndo pra lá e pra cá e quando percebemos estamos sem a inspiração para pensar no que fazer para nosso almoço ou cansada demais para ter um jantar que merecemos. Ao mesmo tempo, sabemos o quanto é importante termos uma alimentação saudável e balanceada. Criar um cardápio semanal com o que você e sua família irá consumir trás algumas facilidades. O cardápio semanal te ajuda a ter uma alimentação balanceada, facilita o dia a dia e ainda colabora na economia doméstica já que, a partir de um cardápio pensado sabemos exatamente o que iremos utilizar, evitando o desperdício de alimentos, de dinheiro e de tempo pois diminuimos nossa idas e vindas ao supermercado e hortifrutes.

Para preparar um cardápio das refeições principais, almoço e jantar, é importante que o prato seja o mais colorido possível – quanto mais cor, maior a diversidade de vitaminas. Não esqueça de incluir todos os grupos alimentares citados abaixo.
– Proteínas: carnes, peixe, frango, queijo ou ovo.
– Leguminosas: feijões, lentilhas, grão de bico.
– Hortaliças: verduras ou legumes.
Carboidratos: massas, cereais e tubérculos como arroz, milho, batata, mandioca entre outros.
– Fruta: banana, maça, melão, uva, morango, laranja, entre outros.
Resista à pressão das crianças.
O cardápio semanal deve ser montado de acordo com o gosto e costume familiar. Sabemos que as crianças acabam limitando as opções, já que legumes, verduras e “objetos” coloridos não são muito bem vindos. Porém, é importante que aos poucos estes alimentos sejam introduzidos. Há algum tempo resolvi introduzir o consumo de verduras, legumes e sopas na alimentação dos meus filhos de 9 e 12 anos. Achava um absurdo eu comer sozinha e eles, que precisam tanto ou mais que eu destes nutrientes, não comiam. A “luta” não foi fácil resistiram, choraram mas depois de algumas semanas eles se conformaram. Rsrsrs
 
Vejam um modelo de cardápio semanal no blog da minha amiga Suzana Duprat, Hora de arrumar Uma mão na roda! No blog Panela de Barros você encontra várias receitas para diversificar seu cardápio.

Ana Paula Vanzan