Arquivos da categoria: Vida Ordenada

Volta às aulas 2016

slide-volta-as-aulas-2016-650x447

Mais um ano se inicia e com ele vem novas e antigas obrigações. Uma delas é organizar o início do ano letivo, que na maioria das escolas será no dia 01 de fevereiro. Além da compra do material temos muitas coisas para resolver e iniciar o ano letivo com tranquilidade.

Vejam como se organizar para a volta às aulas:

  • Separe todo o material didático do ano anterior – com a situação financeira atual no país é um absurdo jogar fora livros didáticos, que além do valor financeiro tem a questão ambiental, de sustentabilidade. Uma ideia é fazer a doação dos livros para alunos da série anterior à do seu filho e solicitar o mesmo da turma acima à do seu filho. Este movimento trará benefícios não só para você mas para várias famílias. Muitas escolas já aderiram e promovem estas trocas na própria escola.
  • Limpe e organize o local de estudo e acondicionamento do material didático – após retirar todo o material do ano passado, faça a limpeza deste espaço e descarte tudo que não será aproveitado, como provas, circulares da escola, trabalhos e outros…
  • Descarte de cadernos – muitos lugares, como a Kalunga, compram as folhas de cadernos usadas. Você deve retirar as capas e espiral e levar apenas as folhas de papel para serem pesadas.
  • Mochilas e estojos – estes itens costumam ser bem caros e não é necessário trocá-los todos os anos. Faça uma boa limpeza neles e caso precisem de algum reparo, mandem para um sapateiro ou loja especializada que ficará como nova.
  • Uniformes – verifique o estado do uniforme e aproveite o que ainda estiver em bom estado e servindo no seu filho. Observe se reparos na costura são necessários e os faça ou envie para uma costureira. Caso seja necessário comprar alguma peça de uniforme, compre agora as peças de verão e deixe para comprar as peças de inverno próximo do início desta estação. Assim você divide os custos com uniforme.

Depois de tudo pronto é só aguardar a volta às aulas! Um bom ano letivo para todos!

 

passadoriaimagemdestacada

7 dicas para ganhar tempo e eficiência para passar as roupas

passadoria blog

No último post falei de 6 dicas que ajudam a preparar as roupas para serem passadas. Neste, separei 7 orientações de como se organizar para esta tarefa, obtendo um resultado mais eficiente.

Todas estas orientações são essenciais na economia de tempo e energia pois quando organizamos nossas tarefas conseguimos otimizar o nosso tempo. Experimentem e depois me contem o que acharam.

1 – Junte todas as peças que serão passadas próximo à tábua.

2 – Pegue todos os acessórios utilizados como: cabides, borrifador de água, tira-pelo, sapata ou tela anti brilho.

3 – Caso use ferro à vapor, deixe próximo de você uma garrafa com água para fazer as reposições necessárias.

4 – Separe as peças por tipo de tecido, dos mais finos para os mais grossos. Para evitar as mudanças de temperatura do ferro de passar. Comece passando as peças mais finas, que requerem uma temperatura mais baixa, como seda, poliéster e vá passando na sequência as peças com temperatura mais alta, como algodão, jeans, linho. Isso evitará que você perca tempo esperando a cada troca de peça o ferro esquentar ou esfriar.

5 – Algumas peças com estampas e pedrarias devem ser passadas do lado avesso. Verifique todas as peças antes de iniciar.

6 – Muitos gostam de usar produtos para ajudar a passar as roupas. Uma opção  econômica é fazer o seu “Passe Bem” com um litro de água diluído em uma xícara (chá) de amaciante e com a mesma medida de álcool. Misture bem, coloque em um borrifador e veja como rende! Fora o cheirinho gostoso que fica nas roupas, é claro.

7-  Verifique sempre os símbolos nas etiquetas das roupas. Eles trazem informações muito úteis e importantes para a conservação da peça como o tipo de lavagem, temperatura da água, se podem ser colocadas na secadora de roupas, temperatura do ferro de passar…

Imprima a tabela abaixo e deixe fixada na área de serviço.

tabela símbolos etiqueta

 

6 dicas para pendurar e armazenar as roupas para passar

varal roupa

De todas as tarefas domésticas, passar as roupas, é sem dúvida a menos querida. No curso que ministro de Lavadoria e Passadoria as alunas se queixam muito do tempo gasto para a execução desta tarefa e das dificuldades em passar algumas peças.

Com o tempo, fui identificando que a maioria dos problemas vinha da falta de técnica para pendurar e armazenar as roupas até o dia de passá-las e não na técnica de passar efetivamente.

Muitos não consideram as etapas de pendurar a roupa no varal e armazenar as roupas até a hora de passar, como importantes. Porém, quanto mais esticadas elas forem colocadas no varal, mais fácil será na hora de passar. Quanto menos dobrados, ou muitas vezes “emboladas” no cesto de espera para passar, mais fácil será para passar.

Separei 6 dicas para pendurar e armazenar as roupas até o dia de passar:

1 – Toalhas de banho – devem ser estendidas na metade do seu comprimento e depois de secas não precisam ser passadas, basta dobrá-las e guardá-las imediatamente. Outra opção é quando ela estivar quase seca, retirar do varal e colocar no ciclo amaciante da secadora de roupas por 5 à 10 minutos. Diferente do que muitos pensam, ao passar o ferro quente na toalha, você endurece a fibra da toalha, deixando-a áspera e dura.

2 – Lençóis e fronhas – dobrá-los no seu comprimento e colocá-los o mais esticado possível no varal. É claro que lençóis de casal, queen size e, principalmente, o king size muitas vezes precisam de mais dobras, para que não arraste no chão.

3 – Calças, bermudas e saias – pendurá-los pelo cós. Abra o zíper e coloque os bolsos para fora. Isso facilita a secagem.

4 – Camisas e camisetas – pendurá-las em cabides plásticos no varal. Além delas secarem bem esticadinhas, ainda economiza um bom espaço no varal. Se possível, deixe nos cabides até o dia de passar para que não amasse no cesto.

5 – Vestidos – coloca-los para secar no cabide ou dobrados na metade do seu comprimento, sem usar o prendedor de roupas. Deixá-los no cabide até o dia de passar.

6 – Dicas gerais – Quando as peças estiverem secas, o que for aguardar para ser passado, deve ser dobrado o menos possível e mantido bem esticado pois quanto menos amassarmos a peça mais fácil será na hora de passar.

Só com esses cuidados ao pendurar e armazenar a roupa, você verá que ficará bem mais fácil e rápido a hora de passar suas roupas.

No próximo post listarei 7 dicas de como passar as roupas de maneira mais eficiente.

relogio imagem destacada

Como se adaptar ao horário de verão

horário de verão blog

Este último domingo nossos relógios foram adiantados uma hora, devido o início do horário de verão. Perdemos uma hora do domingo!!!! Parece tão pouco mas o nosso relógio biológico é extremamente sensível à alterações. Ontem pela manhã me deparei com a academia vazia e muitas pessoas reclamando da dificuldade que tiveram em acordar.

Eu mesma, sucumbi à preguiça e posterguei o horário do despertador por duas vezes.  ; )

Muitos ficam dias com dificuldade para dormir a noite e muito sono na parte da manhã, o que afeta a produtividade tanto na escola quanto no trabalho.

Mas o que fazer para minimizar estes efeitos que os especialistas dizem que pode durar por 2 semanas?

–       Evite dormir tarde demais. Procure deitar no horário habitual do relógio, mesmo que esteja sem sono. Use artifícios como tomar um banho morno, um chazinho para relaxar. Uma boa leitura e música relaxante ajudam.

–       Evite durante a noite atividades que possam tirar o sono como ficar navegando na internet, consumir bebida alcoólica, energéticos, café e praticar atividade física até 2 horas antes de dormir.

–       Caso tenha disponibilidade vá acordando cada dia 15 minutos mais cedo, para que esta adaptação seja gradativa.

–       Cuidado com as refeições. Devido a alteração de horário é comum termos fome ou falta dela, fora do horário habitual. Procure comer nos horários de sempre  e opte por uma alimentação mais leve e frugal durante a noite.

–       Para quem toma remédios regularmente, como a insulina, consulte seu médico para saber como readaptar seu horário.

–       Procure manter seus compromissos e tarefas nos horários habituais e cuidado para evitar atrasos nos primeiros dias.

Mesmo com esse período de adaptação acho o horário de verão muito importante para a redução no consumo de energia elétrica. Outro ponto que me agrada muito é chegar em casa e ainda estar de claro, parece que o dia rende mais.

mapa mental imagem destacada

Mapas Mentais – Organizando suas ideias

mapa mental EO

Como organizar todas as suas ideias e tarefas do dia? Aqui no blog já falamos de várias técnicas de organização e o Mapa Mental é um dos mais eficientes. Os mapas mentais foram desenvolvidos por Tony Buzan no início da década de 70 e sua intenção era de  ajudar a libertar o potencial do cérebro. A função principal do Mapa Mental é de organizar as informações e consequentemente auxiliar na execução de tarefas.

Assim como uma árvore, ele carrega a ideia central no seu “tronco”que é a parte central do mapa. As suas ramificações, os “galhos”, seriam as ideias relacionadas ao assunto central.

Para preparar um mapa mental você precisará de uma folha sulfite A4 na posição horizontal, canetinhas, lápis ou giz de cera de  cores diferentes para cada “ramo”, pode utilizar também desenhos e símbolos.

Os mapas mentais tem uma série de objetivos, no nosso caso trabalharemos especificamente com a organização de tarefas.

1-    Coloque na parte central a ideia que será trabalhada ou desenvolvida. Por exemplo: Faxina semanal.

2-    Eleja os itens secundários, relacionados com sua ideia central. Neste caso você pode dividir de acordo com os dias da semana ou pelos cômodos da casa. O que fizer mais sentido para você.

3-    Determine o que será feito cada dia da semana ou em cada cômodo (como está no exemplo acima) e crie novas ramificações com estas informações.

É isso! Desta forma seu mapa mental está pronto e você consegue visualizar todas as tarefas, os cômodos e a quantidade de atividades que devem ser realizadas.

Algo que eu imaginava ser muito difícil, se tornou muito simples de entender e fazer.

OBS: Caso não tenha muita habilidade para desenhar, existe um aplicativo, o MindMeinster, onde você pode fazer mapas mentais no computador. A versão básica é gratuita e permite que você faça até 3 mapas mentais. Vale a pena testar e caso se adapte e incorpore os mapas mentais na sua rotina invista em um plano com mais recursos.